TRANSFORMADOR DE ENERGIA

Fundamentais para que a energia chegue com segurança aos consumidores, os transformadores seguem legislação específica que estabelece responsabilidades e penalidades aos responsáveis pelos projetos, instalações e manutenções elétricas nas unidades de consumo.

 

A responsabilidade é da Celesc desde que o estabelecimento doe o transformador para que a Central Elétrica fique responsável pela manutenção ou eventual substituição. Ou seja, no poste da rua a manutenção é responsabilidade da concessionária, se o transformador estiver abrigado, ou dentro da área do estabelecimento a responsabilidade é do proprietário.

A subestação de energia funciona como qualquer outra e está sujeita aos cuidados e manutenção previstos nas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Conforme previsto nas normas e orientação da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica do CREA, devem ser executadas por empresa ou profissional habilitado, ou seja, engenheiro eletricista ou técnico em eletrotécnica.

Com relação à carga instalada ou à possibilidade de sobrecarga, estas podem ser avaliadas com as manutenções periódicas. O técnico, engenheiro ou a própria Celesc poderão avaliar a necessidade de redimensionamento do transformador, que na maioria dos casos trata-se de substituição por outro de maior potência.

 

Por isso a importância da manutenção periódica. Sempre que necessário é importante fazer a inspeção, principalmente com o passar dos anos, com o aumento natural de cargas instaladas nos apartamentos ou casas.